Famílias sem-teto sofrem atentado no Recife


No último dia 04 de maio, 250 famílias organizadas pelo Movimento de Lutas nos Bairros, Vilas e Favela (MLB) ocuparam um terreno localizado na Avenida Recife. Batizada de Olga Benario, em homenagem à militante comunista alemã morta pelos nazistas, a ocupação fica ao lado do prédio da Justiça Federal, na capital pernambucana.


Ainda nas primeiras horas do dia, as famílias e o movimento começaram a ser ameaçados por capangas que se diziam representantes do suposto dono do local. Segundo eles, um shopping seria construído na área.


Já de acordo com a coordenação do MLB, o terreno de cerca de oito hectares está abandonado há dezenas de anos e não cumpre nenhuma função social, como define a Constituição. “Queremos que áreas como essa sejam destinadas para fins de moradia popular. Não é justo que milhares de famílias não tenham onde morar, enquanto meia dúzia de pessoas especula com vazios urbanos nas grandes cidades”, afirma Elisabeth Lopes, do MLB.


Violência contra famílias


Por volta das 20h do dia 4 de maio, três capangas armados invadiram o acampamento e dispararam contra famílias indefesas, colocando em risco a vida de mulheres, crianças e idosos. Barracos foram incendiados, bem como a cozinha comunitária construída pelos ocupantes. Felizmente, ninguém ficou ferido.


Solidariedade


A Ocupação Olga Benario tem recebido o apoio de centenas de pessoas que moram no entorno. Entidades e militantes dos Direitos Humanos, também estão prestando solidariedade às famílias e ao MLB.


As famílias continuam mobilizadas e dispostas a seguir ocupadas até que o seu direito humano à moradia digna seja conquistado.


Coordenação Estadual do MLB-PE



Últimas notícias
Arquivos